SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.57 issue2INSULIN AND INSULIN RECEPTOR GENE POLYMORPHISMS AND SUSCEPTIBILITY TO NONALCOHOLIC FATTY LIVER DISEASEPANCREATIC STEATOSIS: A NEW DIAGNOSIS AND THERAPEUTIC CHALLENGE IN GASTROENTEROLOGY author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Gastroenterologia

Print version ISSN 0004-2803On-line version ISSN 1678-4219

Abstract

DOMINGUES, Gerson Ricardo et al. Valores normais da manometria de alta resolução de esôfago: estudo multicêntrico brasileiro. Arq. Gastroenterol. [online]. 2020, vol.57, n.2, pp.209-215.  Epub May 08, 2020. ISSN 1678-4219.  https://doi.org/10.1590/s0004-2803.202000000-40.

CONTEXTO:

A manometria de alta resolução tem sido um avanço significativo nos diagnósticos esofágicos. Existem diferentes tipos de cateteres e sistemas dispositivos para capturar pressões esofágicas que geram dados variáveis relacionados à Classificação de Chicago (CC) e, consequentemente, podem influenciar os resultados de valores da normalidade. Não há dados normativos com voluntários saudáveis na postura supina, para o sistema manométrico sob perfusão em água de 24 canais, o mais utilizado no Brasil.

OBJETIVO:

Determinar os valores normativos manométricos do esôfago para um cateter sob perfusão de alta resolução de 24 canais na postura supina utilizando-se voluntários saudáveis assintomáticos de acordo com os parâmetros CC.

MÉTODOS:

Um total de 92 voluntários sem sintomas gastrointestinais ou medicamentos que afetassem a motilidade gastrointestinal foram submetidos à manometria de alta resolução do esôfago por protocolo padrão (Sistema Alacer Multiplex). Foram coletados parâmetros de idade, sexo e os da manometria analisados pelo software Alacer versão 6.2. A mediana, os limites, e 5% e 95% percentis (quando aplicável) foram obtidos para todas as métricas de alta resolução. Os valores normais foram definidos como percentis de 95% da integral da pressão de relaxamento (IRP), 5%-100% da integral contrátil distal (DCI), e 5% latência distal.

RESULTADOS:

A média de idade foi de 40,5±13,2 anos. As métricas normativas foram definidas como IRP <16 mmHg) e DCI (708-4111 mmHg.cm.s). Para a latência distal foi de 5,8-9,9 s (faixa: 5,3-10,7s). O comprimento total de quebra na contração esofágica foi de 4,0 cm (faixa: 0,1-6,8 cm). Para a EGJ-CI a faixa 5%-95% percentis foi de 21,7-86,9 mmHg.cm.s.

CONCLUSÃO:

Este é o primeiro relatório de dados normativos para o sistema de 24 canais perfundido por água na postura supina. A partir dos dados encontrados observa-se a possibilidade de alterar os cortes CC 3.0 para este sistema. Observa-se que há uma tendência que DCI >7000 mmHg.cm.s possa representar o limite inferior da hipercontratilidade e quando <700 mmHg.cm.s (<5% percentil) interpretada como motilidade esofágica ineficaz ou contração falha. Também em comparação com Chicago 3.0, foi encontrada maior pressão de relaxamento integrado e duração da latência distal. Ressaltamos que esses dados devem ser confirmados por estudos futuros.

Keywords : Esôfago; Motilidade gastrointestinal; Manometria; Peristaltismo; Valores de referência.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )