SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.51 issue3False aneurysm of the middle meningeal artery: importance of angiographic diagnosis (case report)The education of neurologists for the 21st century author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282X

Abstract

GIAMMONA, Giovanni et al. Ressonância magnética na compressão da medula cervical. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 1993, vol.51, n.3, pp.407-408. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X1993000300022.

Em pacientes com mielopatia cervical espondilótica a ressonância magnética (RMN) às vezes mostra algumas zonas com sinal de maior intensidade nas imagens em T2, que teriam significado prognóstico. Examinamos 56 pacientes com compressão da medula cervical. Em 12 havia hiperintensidade (21,4%) e maior incidência de estreitamento do diâmetro ântero-posterior (62% contra 24%). Ainda, neste grupo se verificava duração média maior da sintomatologia e, na maior parte dos pacientes, sinais clínicos mais graves. Todavia, a importância desses fatores deve ainda ser esclarecida, pois estão presentes também em alguns pacientes que não apresentam a hiperintensidade.

Keywords : ressonância magnética; mielopatia cervical espondilótica.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License