SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.53 issue4Hepatic enzymes' level during chronic use of anticonvulsant drugsComparative study of HDL and LDL cholesterol as risk factors for carotid atherosclerosis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282X

Abstract

FONSECA, Lineu Corrêa  and  TEDRUS, Glória M.A.S.. Atividade epileptiforms occipital com ou sem bloqueio pela abertura dos olhos: estudo comparativo clínico-eletrencefalográfico. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 1995, vol.53, n.4, pp. 724-729. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X1995000500002.

Atividade epileptiforme occipital bloqueada pela abertura dos olhos (AEOB) foi descrita por Gastaut como elemento constitutivo do quadro da epilepsia idiopática parcial da infância com paroxismos occipitais. Estudamos comparativamente 20 pacientes com AEOB e 120 casos com atividade epileptiforme occipital não bloqueada pela abertura dos olhos (AEO). Houve tendência ao aparecimento mais precoce de AEO (predomínio até os 7 anos de idade) do que AEOB e ao início mais frequente das crises antes dos 4 anos de idade no grupo AEO do que em AEOB. Não houve diferença significativa entre os grupos AEOB e AEO quanto ao relato de epilepsia (70,0% e 61,6%, respectivamente) e evidências de lesões do sistema nervoso central. Convulsões febris, isoladamente, foram apenas relatadas no grupo AEO (11,6%). Atraso no desenvolvimento neuropsicomotor foi relatado apenas no grupo AEO (22,5% dos casos). Complexos ponta-onda foram registrados com maior frequência no grupo AEOB (80,0%) do que em AEO (17.5%). Nossos dados sugerem diferenças no contexto clínico e eletrencefalográfico entre os grupos com AEO e AEOB.

Keywords : epilepsia parcial benigna da infância; EEG; atividade epileptiforme.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese