SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.53 issue4Levodopa-induced dyskinesias in 176 parkisonian patientsLongitudinal psychologie study in myotonic dystrophy author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282X

Abstract

TUMAS, Vítor  and  SAKAMOTO, Américo Ceiki. Anormalidades do potencial evocado visual por padrão reverso em pacientes com esclerose múltipla definida. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 1995, vol.53, n.4, pp.743-748. ISSN 0004-282X.  https://doi.org/10.1590/S0004-282X1995000500005.

O potencial evocado visual por padrão reverso, obtido por padrões de 14' e 28', foi analisado retrospectivamente em 28 pacientes com diagnóstico de esclerose múltipla definida. Observamos respostas anormais em 27/28 (96,4%) pacientes, em 31/36 (86%) dos olhos considerados sintomáticos e em 16/20 (80%) dos ollhos assintomáticos. Classificando os achados em cada olho segundo as respostas obtidas aos dois estímulos, observamos uma possível relação entre essa classificação e a gravidade de comprometimento visual pela doença. Detectamos em alguns olhos anormalidades isoladas do N75 e também de P100 apenas à estimulação de 28'. Dessa forma, a técnica empregada foi considerada sensível e pôde definir inclusive comprometimento visual subclínico. Entretanto, não teve sensibilidade absoluta para detectar anormalidades em alguns olhos sintomáticos. O tipo de resposta aos estímulos empregados pode sugerir o grau de extensão de envolvimento do sistema visual pela doença. Os achados mostram ainda o envolvimento irregular e predominante das fibras mais centrais da visão pela esclerose múltipla, e sugerem processadores neurais distintos e paralelos para as respostas aos dois padrões utilizados.

Keywords : potencial evocado visual; esclerose múltipla.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License