SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.54 issue3Brain SPECT in dementia a clinical-scintigraphic correlationFacial nerve electroneurography: variability in normal subjects author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282X

Abstract

BRAINER-LIMA, Paulo Thadeu et al. Tratamento cirúrgico da epilepsia refratária associada a lesões expansivas: experiência e revisão. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 1996, vol.54, n.3, pp. 384-392. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X1996000300004.

O tratamento cirúrgico das lesões que ocupam espaço (LOE) do sistema nervoso associadas a epilepsia intratável representa um problema clínico especial, já que tanto o tratamento da lesão como o da epilepsia são relevantes. Estudaram-se 32 pacientes com LOEs que foram submetidos a lesionectomia com margens guiadas por eletrocorticografia. Destes, 16 possuíam gangliogliomas e os restantes lesões variadas, predominantemente benignas. A duração das crises nesses pacientes variou de 2 a 30 anos e a frequência das crises de 1 a 300 por mês. Os procedimentos cirúrgicos incluíram corticectomia temporal, amigdalo-hipocampectomia e corticectomias extra-temorais. Vinte e nove pacientes estvam em grau I de Engel pós-operatoriamente e 3 em grau II. Os achados em relação aos gangliogliomas foram também estudados separadamente. Este estudo sugere que a inclusão da eletrocorticografia e da ressecção das margens epileptogênicas em pacientes com LOEs e epilepsia refratária melhoram os resultados obtidos em relação às crises.

Keywords : tumor cerebral; ganglioglioma; epilepsia refratária; eletrocorticografia.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English