SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.56 issue2The diagnosis of delirium in 80 emergency unit patients author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282XOn-line version ISSN 1678-4227

Abstract

CARDOSO, FRANCISCO; CAMARGOS, SARAH T  and  SILVA JR, GERALDO A. Etiologia de parkinsonismo em uma clínica brasileira de distúrbios do movimento. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 1998, vol.56, n.2, pp.171-175. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X1998000200001.

OBJETIVO: O objetivo deste estudo é investigar se há diferenças geográficas na etiologia de parkinsonismo (PA). PANORAMA: 72% dos pacientes com PA avaliados em Clínicas de Distúrbios do Movimento no hemisfério norte são diagnosticados com doença de Parkinson (DP). Dados a respeito de outras regiões não se encontram disponíveis. MÉTODOS: Nós revisamos os prontuários de todos pacientes com PA vistos na Clínica de Distúrbios de Movimentos da Universidade Federal de Minas Gerais entre Julho 1993 e outubro 1995. PA foi diagnosticado pela presença de no mínimo dois dos seguintes: tremor de repouso, bradicinesia, rigidez e instabilidade postural. As diferentes etiologias foram diagnosticadas baseadas em critérios clínicos padrões RESULTADOS: Durante o período do estudo, PA foi reconhecido em 338 indivíduos. Os seguintes diagnósticos clinícos foram feitos: DP (68,9%), PA induzido por droga (PID) (13,3%), PA vascular (4,7%), paralisia supranuclear progressiva (PSP) (2%), atrofia de múltiplos sistemas (AMS) (1,8%), outros (9,7%). Cinarizina, haloperidol e flunarizina foram as drogas mais comumente relacionadas a PID. CONCLUSÕES: À semelhança de outros estudos, DP é responsável por cerca de 70% dos casos de PA. Existem, porém, diferenças entre nossos resultados e outras séries. PID é muito mais comum na população estudada. Isso pode ser explicado por uso mais liberal de drogas antidopaminérgicas no nosso meio, sobretudo bloqueadores de canal de Calcio. A baixa frequência de AMS e PSP no nosso estudo pode refletir tempo de seguimento curto, já que muitos pacientes com diagnóstico inicial de DP posteriormente desenvolvem síndrome Parkinson-plus.

Keywords : parkinsonismo; síndrome parkinsoniana; epidemiologia; doença de Parkinson; parkinsonismo induzido por droga; parkinsonismo vascular; paralisia supranuclear progressiva; atrofia de múltiplos sistemas; cinarizina; flunarizina; bloqueadores de canal de cálcio.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License