SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.56 issue2Meningiomas and hormonal receptors: immunohistochemical study in typical and non-typical tumorsImage guided stereotactic biopsy of central nervous system lesions author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282X

Abstract

ANDRADE JR., FRANCISCO CARLOS DE; ANDRADE, FRANCISCO CARLOS DE; ARAUJO FILHO, CELSO MACHADO DE  and  CARCAGNOLO FILHO, JOSÉ. Disfunção do músculo temporal após craniotomia pterional para tratamento de aneurismas intracranianos: estudo comparativo, prospectivo e aleatório da diérese em camada única versus camada dupla. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 1998, vol.56, n.2, pp. 200-205. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X1998000200006.

Pacientes com aneurisma(s) intracraniano(s) foram tratados pela via pterional e de modo prospectivo e aleatório submetidos às variantes técnicas, miocutânea (MC)(n=36) ou em retalho único e interfascial (IF) (n=32) ou em retalho duplo. No protocolo foram anotados o sexo, idade, área da craniotomia, período de diérese e síntese do retalho, período de diérese e síntese óssea, o período do procedimento intracraniano, incluindo o tempo de diérese e síntese da dura-máter e o período de retração do retalho. Os pacientes foram avaliados antes e após cirurgia, com exame neurológico especialmente orientado para o V e VII pares de nervos cranianos, medida do diâmetro bi-temporal, simetria das regiões temporais, movimentação da articulação temporomandibular (ATM) e tomografia computadorizada de crânio. A ATM foi avaliada em relação a dor articular pós-operatória, limitação dos movimentos a mastigação, oclusão, abertura da boca e movimentos laterais da mandíbula. A análise estatística mostrou que a incidência de dor na ATM e atrofia temporal moderada e grave, comparando MC com IF, houve diferenças significativas entre estes, sendo maior no grupo IF. Concluimos que ambas técnicas permitem acessos equivalentes aos aneurismas estudados, mas a atrofia do músculo temporal, a dor e limitações dos movimentos da ATM foi prevalente, pior e mais duradoura na diérese IF que na diérese MC.

Keywords : aneurismas intracranianos; articulação temporomandibular; atrofia músculo temporal; complicações pós-operatórias; craniotomia pterional; músculo temporal; técnica cirúrgica.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English