SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.56 issue4Sleep habits in native Brazilian Terena children in the state of Mato Grosso do Sul, BrazilMedication-taking behavior and drug self regulation in people with epilepsy author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282X

Abstract

GOMES, MARLEIDE DA MOTA; MAIA FILHO, HEBER DE SOUZA  and  NOE, ROSÂNGELA APARECIDA MARTINS. Aderência à ingestão de medicamentos antiepilépticos: o valor da avaliação dos níveis sanguíneos e a abordagem clínica. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 1998, vol.56, n.4, pp. 708-713. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X1998000500002.

Avaliou-se a aderência à ingesta de drogas antiepilépticas (DAE) em estudo piloto transversal conduzido em ambulatório de hospital neurológico universitário. Noventa e três amostras sanguíneas com concentração de DAE (fenobarbital, fenitoína, carbamazepina) foram analisadas de 24 pacientes. A variabilidade dos níveis sanguíneos das DAE (em estado estável - steady state period, analizada por meio do coeficiente de variação) foi comparada com a auto-referida não aderência à ingesta da DAE, níveis sanguíneos das DAE de acordo com a faixa (terapêutica ou não) e o controle das crises epilépticas. Não foi observada correlação forte entre o maior valor da variabilidade e os outros três parâmetros de aderência, apesar da maior correlação com o nível sanguíneo (terapêutico ou não). A avaliação do nível sérico isolado, exceto em caso de extrema baixa aderência e variabilidade da ingesta das DAE, não é suficiente para o reconhecimento da ingesta inadequada, mas os marcadores clínicos e a auto-aderência referida também têm que ser consideradas para esse tipo de avaliação.

Keywords : epilepsia; aderência; monitorização de níveis sanguíneos; drogas antiepilépticas.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English