SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.62 número2APrevalência urbana da epilepsia: estudo populacional em São José do Rio Preto - cidade de médio porte do Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Arquivos de Neuro-Psiquiatria

versão impressa ISSN 0004-282X

Resumo

GIFFONI, Silvyo David Araújo; GONCALVES, Vanda Maria Gimenes; ZANARDI, Verônica A.  e  LOPES, Vera Lúcia Gil da Silva. Análise angular do corpo caloso em 18 pacientes com displasia frontonasal. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 2004, vol.62, n.2a, pp. 195-198. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2004000200001.

Considerando a raridade da displasia frontonasal (DF) e os poucos estudos sobre esta condição clínica usando ressonância magnética (RM), descrevemos os resultados da análise angular do corpo caloso em 18 indivíduos com DF (7 homens, 11 mulheres), usando um método de fácil reprodução. O Grupo I foi formado por 12 indivíduos com DF isolada e o Grupo II, por 6 portadores de DF sindrômica de etiologia desconhecida. Não houve diferença entre os grupos, e os dados são apresentados em conjunto. Comparando com o grupo controle, houve aumento significativo do ângulo alfa e redução dos ângulos beta e gama (p<0,05) Os ângulos alfa e gama expressam a relação entre a porção anterior do corpo caloso e do piso do 4º ventrículo. Esses achados radiológicos poderiam ocorrer secundariamente à falência do desenvolvimento da cápsula nasal. Assim, as anomalias angulares no corpo caloso poderiam ser um achado usual, e não fortuito, na DF.

Palavras-chave : corpo caloso; displasia frontonasal; ressonancia magnética; fenda facial mediana.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês