SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.62 issue2AAngular analysis of corpus callosum in 18 patients with frontonasal dysplasiaThe role of education in mini-mental state examination: a study in Northeast Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282XOn-line version ISSN 1678-4227

Abstract

BORGES, Moacir Alves et al. Prevalência urbana da epilepsia: estudo populacional em São José do Rio Preto - cidade de médio porte do Brasil. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 2004, vol.62, n.2a, pp.199-204. ISSN 0004-282X.  https://doi.org/10.1590/S0004-282X2004000200002.

ANTECEDENTES: O objetivo deste estudo foi determinar a prevalência da epilepsia na população urbana de São José do Rio Preto, com 336000 habitantes, localizada no noroeste do Estado de São Paulo/ Brasil. MÉTODO: O estudo populacional, tipo corte transversal, em amostra aleatória, constituiuse de uma fase de rastreamento, mediante um questionário. O padrão ouro para confirmação diagnóstica foi a história clínica e o exame neurológico. Os testes do c2 e intervalo de confiança de 95% (IC95%) foram usados para análise dos resultados, tendo sido considerados significantes os de valor p< 0,05. RESULTADOS: A amostra estudada foi de 17293 pessoas, cuja distribuição quanto ao sexo, à faixa etária e à raça foram semelhantes à da população em geral. A prevalência de epilepsia por 1000 hab. foi 18,6, sendo 8,2 para ativa considerandose, pelo menos, uma crise no período dos últimos 2 anos. A prevalência na faixa etária de 0 a 4 anos foi 4,9, de 5 a 14, 11,7; de 15 a 64, 20,3; e acima dos 65 anos foi 32,8. CONCLUSÃO: As prevalências de epilepsia acumulada e ativa foram elevadas, semelhantes às dos países em desenvolvimento, em particular, aos da América Latina. A prevalência de epilepsia na infância foi baixa, enquanto que nos idosos foi elevada, semelhantes às observadas em países desenvolvidos. Estes resultados são relevantes no planejamento de medidas sanitárias, adequação ao tratamento da população, considerando a alta prevalência encontrada, para minimizar o impacto da epilepsia na população.

Keywords : epilepsia; epidemiologia; prevalência; América Latina.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License