SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.64 issue2APharmacovigilance in epileptic patients using antiepileptic drugsCognitive dysfunction in congestive heart failure: transcranial Doppler evidence of microembolic etiology author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282XOn-line version ISSN 1678-4227

Abstract

IGLIORI, Glauco C.  and  DAMASCENO, Benito P.. Teoria da mente e lobos frontais. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 2006, vol.64, n.2a, pp.202-206. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2006000200006.

CONTEXTO: Teoria da mente (TM) é a capacidade de atribuir estados mentais aos outros. Sua organização cerebral não está suficientemente esclarecida, embora a literatura indique que os lobos frontais desempenham papel relevante. OBEJETIVO: Avaliar pacientes com lesões frontais e controles em testes de TM. MÉTODO: Foram estudados 20 pacientes com lesões restritas aos lobos frontais (conforme imagens de CT ou RM) e 10 controles normais em testes de TM (reconhecimento da própria imagem no espelho, falsa crença, TM de 1ª ordem e TM de 2ª ordem), usando como contra-provas testes de outras funções cognitivas. RESULTADOS: Não houve diferença entre pacientes e controles nos testes de TM. Os subgrupos frontais (direito, esquerdo, bilateral) diferiram significativamente no teste de "duplo blefe" (TM 2ª ordem) (p=0,021), sem relação com a fluência verbal (p=0,302) ou memória de evocação tardia (p=0,159). As únicas duas pacientes com déficits em testes TM tinham alterações do comportamento social. CONCLUSÃO: Lesões frontais não implicam necessariamente em transtornos da TM, os quais podem ocorrer quando tais lesões estão associadas a alterações do comportamento social.

Keywords : teoria da mente; lesões frontais; cognição; testes neuropsicológicos.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License