SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.64 número2ARelação entre tensão neural adversa e estudos de condução nervosa em pacientes com sintomas da sídrome do túnel do carpoPeso de nascimento como preditor para a gravidade da lesão da substância branca cerebral neonatal índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Arquivos de Neuro-Psiquiatria

versão impressa ISSN 0004-282Xversão On-line ISSN 1678-4227

Resumo

PAVAN, Karina et al. Avaliação da fatigabilidade em pacientes com esclerose múltipla através do dinamômetro manual. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 2006, vol.64, n.2a, pp.283-286. ISSN 0004-282X.  https://doi.org/10.1590/S0004-282X2006000200020.

A fadiga é um dos mais freqüentes sintomas e incapacitantes na esclerose múltipla (EM). O objetivo do presente estudo foi avaliar a fatigabilidade em pacientes com EM pela aplicação de exercícios isotônicos e isométricos com dinamômetro manual. Como resultados, a fatigabilidade, a força e o tempo máximo de isometria são semelhantes estatisticamente entre o grupo controle e o grupo de EM. Conclui-se que embora a queixa subjetiva de fadiga seja freqüente na EM, a fatigabilidade e a recuperação após o exercício demonstraram ser normais.

Palavras-chave : esclerose múltipla; fadiga; dinamômetro.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons