SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.64 issue2ABirth weight as predictor for the severity of neonatal brain white matter lesionCerebral metastasis of cervical uterine cancer: report of three cases author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282XOn-line version ISSN 1678-4227

Abstract

ELIAS, Alexsandra V.  and  ASSUMPCAO JR, Francisco B.. Qualidade de vida e autismo. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 2006, vol.64, n.2a, pp.295-299. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2006000200022.

OBJETIVO: Avaliar a qualidade de vida (QV) de crianças com transtornos invasivos do desenvolvimento. MÉTODO: 20 meninos autistas, entre 4 e 12 anos, submetidos à escala de traços autísticos-ATA e a Vineland adaptive behavior scales, necessitando obter nesta, nível de desenvolvimento adaptativo igual ou maior que 70. Os dados sobre a QV foram obtidos pela Escala de Qualidade de Vida - AUQEI e comparados a partir da aplicação da Vineland e da AUQEI em 20 crianças normais, pareadas quanto a sexo e idade. RESULTADOS: Os índices da Vineland sugerem que crianças normais apresentam melhor desempenho adaptativo do que crianças autistas (p=0,0196). Nos dados sobre QV, verificou-se que os índices gerais são iguais para ambos os grupos, indicando QV positiva (p=0,744), entretanto no subdomínio autonomia, crianças autistas apresentaram índices mais elevados (p=0,0048). CONCLUSÕES: Crianças autistas apresentam índices QV iguais aos índices de crianças normais.

Keywords : qualidade de vida; infância; autismo.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License