SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.64 issue4Phobias, other psychiatric comorbidities and chronic migraineComparative analysis of multiple sleep latency tests (MSLT) parameters and occurrence of dreaming in patients with daytime sleepiness of narcoleptic and non-narcoleptic origin author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282XOn-line version ISSN 1678-4227

Abstract

DOMINGUES, Renan B. et al. Prevalência e impacto da cefaléia entre pomeranos do interior do Espírito Santo. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 2006, vol.64, n.4, pp.954-957. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2006000600013.

Este estudo é o primeiro a avaliar a prevalência da cefaléia e da migrânea entre descendentes de pomeranos no Brasil. Demonstrou-se alta prevalência de cefaléia (53,2%), sendo que a migrânea foi responsável por 55% das cefaléias. Houve maior prevalência de cefaléia entre as mulheres (65%) do que entre os homens (33,8%). Entre as mulheres verificou-se maior prevalência de migrânea (62,2%) sobre as outras cefaléias (37,8%). Entre os homens a migrânea foi responsável por apenas 34,6% dos casos de cefaléia. Verificou-se importante impacto da cefaléia nesta população, especialmente entre os portadores de migrânea. A maior parte (67%) dos portadores de cefaléia recebia algum tipo de orientação médica em relação ao problema, e a maioria fazia uso de medicamentos analgésicos comuns. Nenhum dos indivíduos estava em tratamento profilático.

Keywords : cefaléia; migrânea; pomeranos; prevalência; impacto.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License