SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.65 número1Influência do bromazepam na coerência cortical inter-hemisféricaAspectos anatomopatológicos da neurocisticercose em pacientes autopsiados índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Arquivos de Neuro-Psiquiatria

versão impressa ISSN 0004-282Xversão On-line ISSN 1678-4227

Resumo

SCOLA, Rosana Herminia; PEREIRA, Eduardo Rafael; LORENZONI, Paulo José  e  WERNECK, Lineu César. Miopatia tóxica: biópsia muscular. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 2007, vol.65, n.1, pp.82-86. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2007000100018.

Diversos medicamentos e substâncias tóxicas podem causar alterações musculares e são causas freqüentes de miopatia adquirida. Apresentamos uma série de 32 pacientes, predomínio de pacientes adulto jovens, com miopatia tóxica. As substâncias mais relacionadas com a miopatia foram os corticosteróides (56,2%) seguidos pelo propoxifeno, neurolépticos, zidovudina e drogas indutoras de hipocalemia. A investigação mostrou níveis normais de creatino quinase sérica em 65,4%, eletromiografia de agulha com padrão miopático em 40% e o mais freqüente diagnóstico histológico da biópsia muscular foi atrofia de fibras do tipo 2 (59,3%). As manifestações clínicas, etiologia, tempo de evolução, nível sérico das enzimas musculares, alterações da eletroneuromiografia e, especialmente, da biópsia muscular são discutidos.

Palavras-chave : miopatias; drogas; miopatia iatrogênica; miopatia tóxica; biópsia muscular.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons