SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.65 número3AAvaliação da substância branca em pacientes com esclerose múltipla através de ressonância magnética com imagens por tensor de difusãoEpilepsia benigna da infância com pontas centrotemporais: correlação entre aspectos clínicos, eletrencefalográficos e cognitivos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Arquivos de Neuro-Psiquiatria

versão impressa ISSN 0004-282Xversão On-line ISSN 1678-4227

Resumo

OLIVEIRA, Gisele R. de; GONDIM, Francisco de A.A.; HOGAN, R. Edward  e  ROLA, Francisco H.. A análise da freqüência cardíaca diferencia crises dialépticas parciais complexas de auras e crises não epilépticas. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 2007, vol.65, n.3a, pp.565-568. ISSN 0004-282X.  https://doi.org/10.1590/S0004-282X2007000400003.

A distinção entre eventos não epilépticos de epilépticos é difícil mesmo para neurologistas experientes. Analisamos 59 eventos dialéticos de 27 pacientes internados para monitorização por video-EEG para checar se a análise da frequência cardíaca (FC) poderia auxiliar na diferenciação de crises dialépticas parciais complexas de crises dialépticas parciais simples e eventos dialépticos não epilépticos. A freqüência cardíaca basal estava aumentada nos pacientes com crises parciais simples em comparação com o período basal dos grupos parcial complexa e não epiléptico (p<0,05). Houve aumento da freqüência cardíaca em cada crise dialéptica parcial complexa (100% dos eventos, p<0,05), mas a FC retornou aos níveis basais na fase pós-ictal. A FC ictal não foi alterada nos grupos de crises não epiléticas e nos pacientes com crises parciais simples. Nossos achados sugerem que a taquicardia ictal com mediação central é característica de crises parciais complexas dialépticas (tanto taquicardia quanto bradicardia têm sido relatados durante crises temporais parciais complexas). Tal achado poderá ser utilizado como critério para diferenciar crises dialépticas parciais complexas de crises dialépticas parciais simples e eventos dialépticos não epilépticos.

Palavras-chave : frequência cardíaca; crises dialépticas; epilepsia do lobo temporal; auras epilépticas.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons