SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.65 número3AToxina botulínica proporciona melhora funcional em pacientes com espasticidade secundária a acidente vascular cerebral?Massagem sobre o nervo occipital maior reduz a intensidade dos ataques de migrânea: evidência de mecanismos de convergência inibitórios trigemino-cervical índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Arquivos de Neuro-Psiquiatria

versão impressa ISSN 0004-282Xversão On-line ISSN 1678-4227

Resumo

MENEZES, Carla; RODRIGUES, Bernardo; MAGALHAES, Elza  e  MELO, Ailton. Toxina botulínica tipo A no tratamento da enxaqueca refratária: um estudo aberto. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 2007, vol.65, n.3a, pp.596-598. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2007000400009.

Toxina botulínica tipo A (TB-A) tem sido descrita como importante estratégia para diversos tipos de dor como cefaléia e dores relacionadas a distonia cervical ou síndrome miofascial. Embora a eficácia da TB-A não tenha sido demonstrada na cefaléia do tipo tensional, seu uso na enxaqueca continua controverso. Nesse estudo avaliamos a eficácia da TB-A na enxaqueca refratária. TB-A foi injetada em pacientes com enxaqueca que fizeram tratamento prévio com no mínimo três classes de medicamentos profiláticos, sem resultados satisfatórios. A melhora mais significativa dos pacientes foi observada após 30 dias de aplicação de TB-A, enquanto intensidade da dor e freqüência de cefaléia continuaram reduzidas até o final de três meses de seguimento. Os efeitos colaterais observados após a aplicação de TB-A foram moderados e auto-limitados. Os nossos dados mostram que TB-A parece ser um tratamento seguro e eficaz para pacientes com enxaqueca refratária.

Palavras-chave : toxina botulínica do tipo A; enxaqueca; dor; dor refratária.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons