SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.67 número3BValidação da versão brasileira da Escala de Equilíbrio de Berg para pacientes com a doença de ParkinsonA interrelação entre memória operacional e apraxia de fala índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Arquivos de Neuro-Psiquiatria

versão impressa ISSN 0004-282X

Resumo

SANTOS, Mauricéa Tabosa Ferreira; SOUGEY, Everton Botelho  e  ALCHIERI, João Carlos. Validade e confiabilidade do teste de rastreio de Doença de Alzheimer com provérbios (TRDAP) para idosos. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 2009, vol.67, n.3b, pp. 836-842. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2009000500011.

A prevalência da doença de Alzheimer com o envelhecimento, que compromete memória, linguagem, funções executivas, praxia construtiva e abstração, necessita avaliação precoce com testes padronizados. OBJETIVO: Validação do Teste de Rastreio de Doença de Alzheimer com Provérbios (TRDAP), elaborado com pedras do jogo de memória de provérbios. MÉTODO: O teste contém três etapas (A: memória curto-prazo, B: funções executivas e linguagem e C: memória episódica). A amostra tinha 91 idosos com mínimos de 60 anos e de um ano de escolaridade, CDR (um ou zero), de serviços especializados da UFPE, HGA e particular. Avaliaram-se dados sociodemográficos, hábitos e percepção de saúde. Dentre os testes utilizados - MEEM (validade convergente), EDG (discriminante). RESULTADOS: Apontaram para boa correlação com testes padronizados, consistência interna aceitável (0,71); ponto de corte por escolaridade foi 6,49 (80% e 77,8%) - baixa, e alta 8,66 (84,6% e 86,1%); coeficiente Kappa igual a 1 (p=0,000) inter-avaliadores. CONCLUSÃO: O TRDAP mostra-se válido para rastrear doença de Alzheimer.

Palavras-chave : doença de Alzheimer; provérbios; memória; linguagem; validade de testes.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês