SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.69 issue2ARadicular dysfunction preponderance at early phase clinical evaluation in myelitis by Schistosoma mansoniImipramine for vestibular dysfunction in panic disorder: a prospective case series author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282X

Abstract

MOUTRAN, Andréa Regina Correa et al. Migrânea e cognição em crianças: um estudo controlado. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 2011, vol.69, n.2a, pp. 192-195. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2011000200010.

OBJETIVO: Avaliar as funções cognitivas de crianças com e sem migrânea, utilizando a Escala de Inteligência Wechsler para Crianças (WISC-III). MÉTODO: A amostra foi composta por 30 crianças com diagnóstico de migrânea na idade entre 8 a 12 anos e grupo controle de 30 crianças sem migrânea na mesma faixa etária. Todas foram avaliadas pela Escala de WISC-III. RESULTADOS: Embora ambos os grupos tenham demonstrado um quociente de inteligência dentro da média, as crianças com migrânea, quando comparados aos controles, tiveram desempenho inferior nos subtestes de Informação, Aritmética, Vocabulário, Armar Objetos e nos Índices de Compreensão verbal, Organização Perceptual, Resistência à Distração e Velocidade de Processamento. CONCLUSÃO: Quando comparadas aos controles, crianças com migrânea apresentaram desempenhos inferiores em vários domínios cognitivos como atenção, velocidade de processamento, memória e organização perceptual.

Keywords : migrânea; criança; Wechsler Scale; WISC III.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English