SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.70 issue1Autism spectrum disorder and celiac disease: no evidence for a linkDevising and validating a headache diary in a series of patients with chronic daily headache from Colombia author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282X

Abstract

RICARDO, João A. G. et al. Impacto do EEG no diagnóstico e conduta dos pacientes com alteração aguda do estado da consciência. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 2012, vol.70, n.1, pp. 34-39. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2012000100008.

OBJETIVO: Avaliar a frequência de exames de eletroencefalograma (EEG) solicitados no pronto-socorro (PS) e na unidade de terapia intensiva (UTI) em pacientes com rebaixamento do nível de consciência, bem como seu impacto no diagnóstico e na conduta. MÉTODOS: Acompanhamos pacientes submetidos ao EEG do PS e da UTI com rebaixamento do nível de consciência até a alta ou óbito. RESULTADOS: Realizamos 1679 EEGs no período de estudo; destes, 149 (8,9%) foram solicitados no PS e na UTI. Incluímos 65 pacientes e 94 EEGs para análise; destes, 42 (44,7%) apresentavam atividade epileptiforme. O EEG mudou a conduta em 72% dos pacientes. A razão principal para solicitação do EEG foi rebaixamento do nível de consciência de origem inexplicável (36,3% dos EEGs). Destes, 33% tinham atividade epileptiforme. CONCLUSÃO: Embora o EEG seja pouco usado em condições agudas, a frequência de atividade epileptiforme foi alta nos pacientes com rebaixamento do nível de consciência de origem inexplicável. O EEG foi decisivo para o esclarecimento diagnóstico e implicou mudança da conduta em 72% dos pacientes.

Keywords : EEG de emergência; rebaixamento de consciência; pronto-socorro; unidade de terapia intensiva.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English