SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.70 issue7Number of coils necessary to treat cerebral aneurysms according to each size group: a study based on a series of 952 embolized aneurysmsClinical correlates of the restless legs syndrome author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282X

Abstract

SANTOS, Egmond Alves Silva et al. Complicações clínicas em pacientes com trauma raquimedular cervical grave: estudo prospectivo de dez anos. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 2012, vol.70, n.7, pp. 524-528. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2012000700010.

OBJETIVO: Identificar complicações decorrentes do trauma raquimedular cervical grave. MÉTODOS: Avaliação prospectiva de 217 pacientes (191 homens e 26 mulheres) entre 1997 e 2006, com média de idade de 36,75±1,06 anos. RESULTADOS: Houve complicações em 45% dos pacientes. O fator de risco mais importante foi ingestão de bebida alcoólica. Trauma craniano foi a associação mais frequente. Pacientes com classificação A ou B da American Spine Injury Association (ASIA) tiveram 2,3 vezes maior chance de complicações. Faleceram 33 pacientes (15,2%), sendo a chance de óbito 16,9 vezes maior naqueles com déficit neurológico. Não houve influência da idade ou do tempo decorrido entre o trauma e a cirurgia. CONCLUSÕES: Dos pacientes, 45% apresentaram complicações e 7,5% apresentaram traumas associados; pneumonia foi a principal complicação clínica; a idade dos pacientes e o tempo entre o trauma e a cirurgia não influenciaram na frequência de complicações; o status neurológico após o trauma foi o fator de risco mais importante na determinação de morbidade e mortalidade.

Keywords : ferimentos e lesões; coluna vertebral; trauma cervical.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English