SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.70 issue8Oligoclonal bands in the cerebrospinal fluid and increased brain atrophy in early stages of relapsing-remitting multiple sclerosisRisk factors for cognitive impairment in school-age children born preterm: application of a hierarchical model author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282X

Abstract

ZAMPRONI, Laura Nicoleti; ZETOLA, Viviane Flumignan  and  LANGE, Marcos Christiano. Shunt direita-esquerda e hipercoagulabilidade: embolia paradoxal pode ser responsável pelo AVC na síndrome antifosfolipídica?. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 2012, vol.70, n.8, pp. 578-582. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2012000800004.

OBJETIVO: O forame oval patente está associado com embolia paradoxal e acidente vascular cerebral isquêmico (AVCi). Estados de hipercoagulabilidade, como a síndrome antifosfolipídica (SAF), podem facilitar esse processo, aumentando a formação de coágulos. O objetivo deste estudo foi verificar se pacientes com SAF e AVCi apresentam maior frequência de shunt direita-esquerda (SDE), comparados a pacientes com SAF sem AVCi. MÉTODOS: Cinquenta e três pacientes com SAF foram testados para SDE usando Doppler transcraniano contrastado (DTCc): 23 com AVCi (Grupo AVC) e 30 sem história de AVCi (Grupo Controle). RESULTADOS: DTCc foi positivo em 15 pacientes (65%) do Grupo AVC e em 16 pacientes (53%) no Grupo Controle (p=0,56). A proporção de pacientes com pequeno SDE (<10 HITS) e grande SDE (>10 HITS) foi semelhante nos dois grupos. Não houve diferença significativa entre os grupos. CONCLUSÕES: Nossos dados não sugerem que embolia paradoxal seja causa importante de AVCi em pacientes com SAF.

Keywords : síndrome antifosfolipídica; acidente vascular cerebral isquêmico; embolia paradoxal; shunt direita-esquerda.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English