SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.70 issue8Right-to-left shunt and the hypercoagulable state: does paradoxical embolism play a role in patients with antiphospholipid syndrome and stroke?Prognostic value of thumb pain sensation in birth brachial plexopathy author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282X

Abstract

RODRIGUES, Maura Calixto Cecherelli de; MELLO, Rosane Reis de; SILVA, Kátia Silveira da  and  CARVALHO, Márcia Lazaro de. Fatores de risco para alteração cognitiva em escolares nascidos pré-termo: aplicação de modelo hierarquizado. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 2012, vol.70, n.8, pp. 583-589. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2012000800005.

O objetivo foi analisar fatores associados à alteração cognitiva na idade escolar de crianças nascidas prematuras de muito baixo peso (PMBP). Uma coorte prospectiva de 65 crianças PMBP foi avaliada aos oito anos através da Escala de Inteligência Wechsler para Crianças. Um modelo para relação das variáveis com o desfecho alteração cognitiva reconheceu níveis hierárquicos: distal (variáveis socioeconômicas), intermediário I e II (variáveis perinatais e neonatais; variáveis pós-neonatais) e proximal (saúde da criança e estímulo psicossocial). Foi realizada análise de regressão logística multivariada. Na regressão logística hierarquizada multivariada, a escolaridade materna (OR=0,77; IC95% 0,63-0,94) e o número de consultas no pré-natal (OR=0,73; IC95% 0,54-0,99) mostraram uma associação protetora; porém o sexo masculino (OR=7,3; IC95% 1,54-35,3) foi associado a piores resultados. O desempenho cognitivo dos PMBP na idade de oito anos é beneficiado pela maior escolaridade das mães, melhor assistência pré-natal e pelo bebê ser do sexo feminino.

Keywords : cognição; desenvolvimento infantil; fatores de risco.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English