SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.71 issue9BMansonic neuroschistosomiasisPaleoparasitology: the origin of human parasites author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282XOn-line version ISSN 1678-4227

Abstract

ABRAHAM, Ronaldo. Esteróides em neuroinfecção. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 2013, vol.71, n.9B, pp.717-721. ISSN 0004-282X.  https://doi.org/10.1590/0004-282X20130158.

As consequências da resposta inflamatória são as grandes responsáveis pela morbimortalidade das meningites bacterianas. O uso precoce de esteróides nestes casos pode reduzir a mortalidade e a perda auditiva, além de atenuar as consequências a longo prazo deste grupo de doenças, sem causar efeitos colaterais importantes. A recomendação formal de seu uso na meningite pneumocócica tem sido ampliada para outras formas de meningite bacteriana. O mesmo raciocínio pode ser aplicado para a Meningite tuberculosa. Na neurocisticercose e na neuroesquistossomose, os esteróides são mais úteis que as drogas parasiticidas na maior parte dos casos. Apesar de evidências a favor do seu uso na Encefalite Herpética, não existe ainda suporte definitivo para esta recomendação. Entre as infecções oportunísticas que ocorrem nos pacientes com AIDS, a Neurotoxoplasmose e a leucoencefalopatia multifocal progressiva são as mais frequentemente relacionadas com o uso dos esteróides; seu uso tem se mostrado seguro, mas seus benefícios não parecem bem estabelecidos em ambas as condições.

Keywords : steroids; bacterial meningitis; tuberculosis; neuroparasitosis; AIDS; esteróides; meningite bacteriana; tuberculose; neuroparasitoses; AIDS.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )