SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.71 issue9BSteroids in neuroinfectionMultiple sclerosis and herpesvirus interaction author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282XOn-line version ISSN 1678-4227

Abstract

ARAUJO, Adauto et al. Paleoparasitologia: a origem dos parasitas humanos. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 2013, vol.71, n.9B, pp.722-726. ISSN 0004-282X.  https://doi.org/10.1590/0004-282X20130159.

O parasitismo é composto por três subsistemas: o parasito, o hospedeiro e meio ambiente. Não existe organismo que não possa ser parasitado. A relação entre um parasito e suas espécies de hospedeiro não resulta, na maior parte das vezes, em dano ou doença ao hospedeiro. Entretanto, numa doença parasitária, a presença de um determinado parasito é sempre necessária, pelo menos em um determinado momento da infecção. Algumas espécies de parasitos que infectam humanos foram herdados dos pré-hominídeos, e foram compartilhados com outras espécies de hospedeiro filogeneticamente próximas, mas outras espécies foram adquiridas pelo meio ambiente à medida que os humanos se desenvolveram. As migrações humanas espalharam os parasitos adquiridos por todo o mundo. Para recuperar e traçar a origem e evolução das doenças infecciosas foi criada a paleoparasitologia. Paleoparasitologia é o estudo dos parasitos em materiais antigos, que trouxe novas informações na evolução, paleoepidemiologia, ecologia e filogenética das doenças infecciosas.

Keywords : paleoparasitology; paleoepidemiology; parasitism; human parasites; ancient infection diseases; paleoparasitologia; paleoepidemiologia; parasitismo; parasitos humanos; doenças infecciosas antigas.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )