SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.72 issue2Intra- and interobserver agreement in the diagnosis of malocclusion in sleep-disordered breathingSuicide attempts in a emergency hospital author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282X

Abstract

MARTINEZ, Alberto R. M. et al. Erro diagnóstico do espasmo hemifacial é ocorrência frequente em unidades primárias de atenção à saúde. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 2014, vol.72, n.2, pp.119-122. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/0004-282X20130227.

Espasmo hemifacial primário é caracterizado pela contração irregular ou involuntária dos músculos inervados pelo nervo facial ipsilateral. O tratamento é eficaz para controlar sintomas e melhorar a qualidade de vida.

Objetivo

: Avaliar diagnóstico e tratamento do espasmo hemifacial primário feitos antes do encaminhamento ao centro terciário.

Método

: Foram coletados retrospectivamente dados de 66 pacientes atualmente acompanhados no nosso serviço através de entrevista padronizada.

Resultados

: Média de idade: 64,19±11,6 anos; média de idade no início dos sintomas: 51,9±12,5 anos; razão homem/mulher de 1:3. Nenhum dos pacientes foi corretamente diagnosticado na primeira avaliação. Foram prescritos medicamentos para 56,8%. O tempo médio entre início dos sintomas e o tratamento com toxina botulínica foi 4,34±7,1 anos; 95% ficaram satisfeitos com o tratamento; 30% tinham constrangimento social.

Conclusão

: Embora seja uma condição de relativa facilidade diagnóstica, todos os pacientes tiveram diagnóstico e tratamento incorretos na primeira avaliação. Espasmo hemifacial primário traz constrangimento social, agravado pelo atraso no tratamento adequado.

Keywords : espasmo hemifacial; diagnóstico; toxina botulínica.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )