SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.76 issue10Medication-overuse headache. Retrospective comparison of preventive treatmentsFactors associated with cognitive performance in elderly caregivers author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos de Neuro-Psiquiatria

Print version ISSN 0004-282XOn-line version ISSN 1678-4227

Abstract

MAGGI, Fernanda Aparecida et al. Tradução para o português e validação da Escala Cooperativa Internacional para Avaliação das Ataxias (ICARS). Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 2018, vol.76, n.10, pp.674-684. ISSN 0004-282X.  http://dx.doi.org/10.1590/0004-282x20180098.

Introdução:

A avaliação clínica de pacientes atáxicos requer instrumentos confiáveis. Nosso objetivo foi traduzir, adaptar culturalmente e validar a International Cooperative Ataxia Rating Scale (ICARS) para a língua portuguesa do Brasil.

Métodos:

As etapas foram tradução, síntese das traduções, retrotradução, comitê de especialistas, pré-teste e avaliação final. O pré-teste foi realizado com 30 pacientes. Outros 61 pacientes foram avaliados para validade do constructo, consistência interna, confiabilidade intra e interexaminadores e consistência externa.

Resultados:

Este estudo mostrou boa validade do constructo e alta consistência interna para o total da escala, exceto para o domínio Oculomotor (alfa de Cronbach = 0.316, CCIintra = 82.4% e CCIinter = 79.2%). Alta correlação com a Scale for the Assessment and Rating of Ataxia foi observada. Nós encontramos boa concordância intraexaminador e relativa discordância interexaminadores, com exceção dos domínios postura e marcha.

Conclusão:

Esta versão da ICARS está adaptada para a cultura brasileira e pode ser usada em pacientes com ataxia.

Keywords : Ataxias espinocerebelares; tradução; estudos de validação.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )