SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 número1Ensaios preliminares de adubação do arroz de sequeiro: III - Cultivar 'Dourado Precoce'Estimativa da distribuição da energia solar no Estado de São Paulo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Bragantia

versão On-line ISSN 1678-4499

Resumo

MELFI, Adolpho J.; GIRARDI, Vicente A. V.  e  MONIZ, Antônio C.. Mineralogia dos solos da Estação Experimental "Theodureto de Camargo", em Campinas. Bragantia [online]. 1966, vol.25, n.1, pp. 9-30. ISSN 1678-4499.  http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87051966000100002.

São estudadas mineralògicamente séries monotípicas da Estação Experimental "Theodureto de Camargo", município de Campinas. Ocorre na área um sillde diabásio Mesozóico, intrusivo em rochas sedimentares cartaoníferas de origem glacial; os solos aí existentes provêm, então, ora de um ou outro tipo de rocha, ora da mistura de ambos. A série Chapadão originou-se de diabásio, sendo classificada como latossol roxo, vulgarmente denominado terra-roxa-legítima. A série Taquaral, também proveniente da mesma rocha, sofreu, entretanto, grande contribuição de sedimentos de origem glacial, evidenciada pela presença de zircão monazita, sillimanita, turmalina, rutilo, granada, estaurolita e cianita. As séries Venda Grande, Barão e Monjolinho derivaram-se de sedimentos arenosos, siltosos e argilosos de origem glacial. A série Pomar, cuja origem se deve também a rochas sedimentares carboníferas siltosas e argilosas, recebeu contribuição mineralógica proveniente do intemperismo do diabásio.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português