SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 número1Comportamento de linhagens e cultivares de feijoeiro (Phaseolus vulgaris, L.) no Vale do Paraíba, SPComportamento de duas variedades de mandioca sob dois níveis de umidade e de dubação do solo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Bragantia

versão impressa ISSN 0006-8705versão On-line ISSN 1678-4499

Resumo

VEIGA, Ary de Arruda et al. Indução de mutação no melhoramento do trigo. Bragantia [online]. 1978, vol.37, n.1, pp.103-108. ISSN 0006-8705.  https://doi.org/10.1590/S0006-87051978000100012.

Este trabalho teve por objetivo a indução de mutação através da irradiação de sementes e sua aplicação prática no melhoramento do trigo. Foram utilizadas as variedades IAC-5 e BH-1146 que, apesar de apresentarem algumas características de interesse, possuem certos defeitos: a primeira possui porte relativamente elevado (100 a 120 cm), e a segunda é suscetível à ferrugem-do-colmo. A correção dessas deficiências, através da obtenção de mutantes, constitui o objetivo principal desta pesquisa. Várias seleções individuais foram efetuadas na geração M2 para as características mencionadas. Estas plantas foram semeadas em progênies, constituindo a geração M3, onde novas observações foram feitas. Notou-se que algumas das plantas selecionadas em M2 não eram mutantes, mas várias progênies confirmaram que mutantes com porte baixo ou com resistência à ferrugem foram obtidos. Para o cultivar IAC-5, foram obtidos três mutantes (TIACENA-1, TIACENA-2 e TIACENA-3). Tal material caracteriza-se pelo baixo porte das plantas e um deles mostrou-se oito dias mais precoce que IAC-5. Para BH-1146, a geração M3 confirmou a obtenção de mutante, denominado TIACENA-4, em que não se notou sintoma de ferrugem, apesar de se haver efetuado a inoculação artificial, em contraste com o controle, que foi altamente suscetível.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons