SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 issue1Resistance of soybean to Nezara viridula L. and Piezodorus guildinii westw. Under field conditionsEffect of selection for yield and protein quality on the damage of the corn earworm Heliothis zea, in populations of opaque-2 corn author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Bragantia

On-line version ISSN 1678-4499

Abstract

TELLA, Romeu de  and  LAGO, Antônio A. do. Efeitos de diferentes teores de umidade e espessuras do material de embalagem plástica na conservação de sementes de amendoim. Bragantia [online]. 1979, vol.38, n.1, pp. 189-194. ISSN 1678-4499.  http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87051979000100020.

Determinaram-se, aos 3, 6, 9, 12 e 18 meses de armazenamento, as porcentagens de germinação e umidade de sementes de amendoim do cultivar tatu, descascadas mecanicamente, com níveis iniciais de 5,2; 6,2; 7,0; 8,2 e 9,2% de umidade, acondicionadas em sacos de polietileno de 0,05; 0,08; 0,10 e 0,15mm de espessura e mantidas em uma sala em condições não controladas de temperatura e umidade relativa, por um período de 18 meses. As umidades iniciais de 8,2 e 9,2% foram prejudiciais à conservação das sementes, principalmente quando estas foram acondicionadas nos sacos plásticos de 0,15 ou 0,10mm de espessura. As melhores condições para a manutenção da germinação das sementes foram a secagem aos níveis de 5,2 ou 6,2% de umidade e acondicionamento nos sacos plásticos de 0,15 ou 0,10mm de espessura. As paredes dos sacos plásticos não impediram trocas de umidade entre o ambiente e as sementes, sendo que essas trocas foram mais rápidas nos sacos de menor espessura.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese