SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.51 issue2Identification of citrus species by means of enzymatic polymorphism author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Bragantia

Print version ISSN 0006-8705On-line version ISSN 1678-4499

Abstract

TOMBOLATO, Antonio Fernando Caetano et al. Propagação in vitro do porta-enxerto rosa 'Shafter'. Bragantia [online]. 1992, vol.51, n.2, pp.111-119. ISSN 0006-8705.  http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87051992000200001.

Foram desenvolvidos, na Seção de Floricultura e Plantas Ornamentais, experimentos de micropropagação de variedades de rosa. O porta-enxerto de Rosa 'Shafter' demonstrou ser excelente material, propagando-se fácil e rapidamente. Meristemas retirados de gemas da porção mediana das hastes, inoculados em meio de Pierik, com adição de 2 mg/l de 6-benzilaminopurina (6-BA), 20 g/l de sacarose, 6,4 g/1 de ágar e os compostos orgânicos - meso-inositol (100 mg/l), ácido nicotínico (0,5 mg/l), piridoxina HCI (0,5 mg/l), tiamina HCI (1 mg/l), ácido fólico (0,5 mg/l), riboflavin (0,5 mg/l) e pantotenato de cálcio (1 mg/l) - apresentaram uma taxa de regeneração de 1:33 em doze meses. Em uma segunda fase, em três experimentos, testaram-se diversos métodos de enraizamento, observando-se ser este possível em meio líquido, com ou sem auxina, sobre ponte de papel-filtro, ou em meio sólido, com 6,4g/1 de ágar, com as auxinas ácido indolbutírico (0,05 mg/l) e ácido naftalenoacético (0,1 mg/l).

Keywords : roseira; Rosa 'Shafter'; micropropagação in vitro; porta-enxerto; enraizamento in vitro e meristema.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License