SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.64 issue3Phenology of persimmon tree 'Rama Forte' in tropical climate author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Bragantia

Print version ISSN 0006-8705On-line version ISSN 1678-4499

Abstract

CAMARGO, Carlos Eduardo de Oliveira; FERREIRA FILHO, Antonio Wilson Penteado  and  SALOMON, Marcus Vinicius. Efeito da concentração salina e pH de soluções nutritivas no crescimento radicular de plântulas de trigo. Bragantia [online]. 2005, vol.64, n.3, pp.315-321. ISSN 0006-8705.  http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87052005000300001.

Compararam-se 14 genótipos (linhagens mutantes e cultivares) de trigo quanto ao crescimento de raízes primárias durante 7 e 15 dias de desenvolvimento em soluções nutritivas, com arejamento, em laboratório, por meio de dois experimentos, em blocos ao acaso, com duas repetições cada um. No primeiro, utilizaram-se soluções nutritivas com quatro diferentes concentrações salinas (1/1, 1/2, 1/5 e 1/10 da concentração salina da solução nutritiva completa) mantendo-se constante o pH (4,0) e a temperatura (24 ± 1 ºC) e, no segundo experimento, empregaram-se soluções completas com três diferentes pHs (4,0; 5,0 e 6,0), mantendo-se constante a temperatura (24 ± 1 ºC). Pelas análises de variância dos crescimentos médios de raízes dos genótipos após 7 e 15 dias, nos experimentos 1 e 2, observaram-se efeitos significativos para genótipos e concentrações salinas ou pHs das soluções e efeitos não significativos para as interações genótipos x concentrações salinas ou genótipos x pHs das soluções. Observou-se grande variabilidade genética entre os genótipos avaliados para crescimento de raízes primárias nos primeiros estádios de desenvolvimento, independentemente do pH, concentração salina e período de crescimento. Nos genótipos 6 (BH-1146) e 23 (KAUZ"S"/IAC-24 M2), tolerantes ao Al3+ houve maior crescimento radicular nos primeiros 7 e 15 dias de desenvolvimento. Nos genótipos 25 (KAUZ"S"/IAC-24 M4), 27 (KAUZ"S"/IAC-24 M6), 37 (TUI"S"/IAC-24 M2), 40 (IAC-287/IAC-24 M1), 41 (IAC-287/IAC-24 M2), 42 (IAC-287/IAC-24 M3) e 44 (IAC-287/IAC-24 M4), tolerantes ao Al3+ e 32 (KAUZ"S"), sensível ao Al3+, ocorreu reduzido crescimento radicular nas mesmas condições.

Keywords : raízes primárias; melhoramento; tolerância ao alumínio.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License