SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.66 issue1Assessment of the economic injury level of Mahanarva fimbriolata (Stål) (hemiptera: cercopidae) to sugarcaneEffect of diameter of the cotton squares in the development of boll weevil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Bragantia

On-line version ISSN 1678-4499

Abstract

SATO, Mário Eidi; SILVA, Marcos Zatti da; CANGANI, Katia Gigliola  and  RAGA, Adalton. Seleções para resistência e suscetibilidade, detecção e monitoramento da resistência de Tetranychus urticae ao acaricida clorfenapir. Bragantia [online]. 2007, vol.66, n.1, pp. 89-95. ISSN 1678-4499.  http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87052007000100011.

Problemas com resistência de ácaro-rajado, Tetranychus urticae Koch (Acari: Tetranychidae), a acaricidas têm sido registrados em diversos países, inclusive no Brasil. O estudo teve como objetivo caracterizar a resistência de T. urticae ao acaricida clorfenapir e avaliar a freqüência de resistência a esse composto em áreas comerciais de seis culturas no Estado de São Paulo. Seleções para resistência e suscetibilidade a clorfenapir foram realizadas em laboratório, utilizando-se uma população de T. urticae coletada em 2002 de um cultivo comercial de crisântemo em Holambra (SP). Após seis seleções para resistência e cinco seleções para suscetibilidade, foram obtidas as linhagens suscetível (S) e resistente (R) de T. urticae a clorfenapir. A razão de resistência (CL50 R/ CL50 S) obtida alcançou valores de 571 vezes. Estabeleceu-se uma concentração discriminatória de 37,4 mg L-1 de ingrediente ativo (i.a.) para o monitoramento da resistência de T. urticae a clorfenapir. O monitoramento foi realizado coletando-se 21 populações de ácaros em áreas comerciais de diferentes culturas (mamão, morango, feijão, tomate, crisântemo, rosa), em vários municípios do Estado de São Paulo. Arenas confeccionadas com folha de feijão foram infestadas com ácaros T. urticae e pulverizadas com clorfenapir, na sua concentração discriminatória, em torre de Potter. Os resultados indicaram grande variabilidade entre as populações com relação à suscetibilidade a clorfenapir. Foram observadas populações com freqüências de resistência entre 0,0 e 65,4%. As maiores freqüências de resistência foram observadas para populações coletadas de crisântemo em Holambra (SP).

Keywords : ácaro-rajado; resistência a acaricida; controle químico.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese