SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.69 issue3Selection of (AA) diploid banana hybrids using three non-parametric indicesSelection for resistance to rust in progenies of coffee cultivars IPR 99 and IPR 107 author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Bragantia

Print version ISSN 0006-8705

Abstract

SILVA, Allan Henrique da; CAMARGO, Carlos Eduardo de Oliveira  and  RAMOS JUNIOR, Edison Ulisses. Potencial de genótipos de trigo duro para produtividade e caracteres agronômicos no Estado de São Paulo. Bragantia [online]. 2010, vol.69, n.3, pp. 535-546. ISSN 0006-8705.  http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87052010000300004.

O trigo duro produz a semolina que, extraída dos grãos, é a matéria-prima empregada na elaboração de macarrão. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar o potencial produtivo e comportamento agronômico de 17 linhagens de trigo duro (BH-1146/LGN//2*IAC-1003) oriundas do programa de melhoramento do Instituto Agronômico (IAC) e três cultivares-controle: IAC-1001, IAC-1002 e IAC-1003, originárias de introduções do Centro Internacional de Melhoramento de Milho e Trigo (CIMMYT), México. Os experimentos foram instalados em Capão Bonito (sequeiro) e em Mococa (irrigado), em 2007 e 2008. Foram avaliados os seguintes caracteres: produtividade (kg ha-1), altura das plantas, comprimento da espiga e comprimento do internódio da raque (cm), número de grãos por espiga e massa de cem grãos (g). A tolerância à toxicidade de alumínio foi realizada empregando soluções nutritivas, no laboratório. As cultivares IAC-1001 e IAC-1003 destacaram-se quanto à produção de grãos nos dois locais. As linhagens 2, 9 e 13 possuem porte semianão mais baixo; as linhagens 4, 15 e a cultivar IAC-1001 exibiram espigas mais compridas; as cultivares IAC-1001 e IAC-1002 sobressaíram-se pelo grande número de grãos por espiga; a 'IAC-1003' pelos grãos mais pesados e as linhagens 1, 4, 15 e 17 revelaram maior comprimento do internódio da raque. Houve tendência dos genótipos de porte semianão mais alto serem mais produtivos, com maior número de grãos por espiga e grãos mais pesados. As linhagens obtidas pelo programa de melhoramento do IAC foram tolerantes à toxicidade de alumínio e as cultivares-controle sensíveis.

Keywords : triticum durum L.; melhoramento de plantas; tolerância ao alumínio.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese