SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.69 issue3Priming, seed quality and flowering synchronism in a seed production field of the maize hybrid gnz 2004Acclimation and cold storage on postharvest quality of bananas 'nanicão' author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Bragantia

Print version ISSN 0006-8705

Abstract

HENNING, Fernando Augusto et al. Composição química e mobilização de reservas em sementes de soja de alto e baixo vigor. Bragantia [online]. 2010, vol.69, n.3, pp. 727-734. ISSN 0006-8705.  http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87052010000300026.

O estudo dos efeitos do vigor das sementes sobre os estádios iniciais do desenvolvimento das plântulas de soja é importante, já que compreendem o período de estabelecimento da cultura. Sementes de baixo vigor podem provocar reduções na velocidade de emergência e na produção de biomassa seca de plântulas, podendo afetar o estabelecimento da cultura. Este estudo teve por objetivo quantificar os componentes químicos e avaliar a capacidade de mobilização de reservas, na germinação de sementes de soja de alto e baixo vigor. Foram utilizadas três cultivares: BRS 243RR, BRS 246RR e CD 219RR. A caracterização do vigor foi por meio do teste de envelhecimento acelerado. Para determinação da composição química das sementes, foram quantificados os teores de proteínas, amido e açúcar solúvel, além da atividade da isoenzima alfa amilase. A capacidade de mobilização das reservas na germinação foi avaliada por meio da massa seca e do comprimento das plântulas. De acordo com os resultados desse trabalho, em sementes mais vigorosas há maiores conteúdos de proteínas solúveis, amido e açúcares solúveis, bem como maior capacidade de mobilização de reservas na germinação, resultando em plântulas de soja com melhor desempenho inicial.

Keywords : Glycine max; proteínas; açúcares; massa seca.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese