SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.70 issue3Orchid cultivation on substrates with coffee huskEffect of plant densities and harvest dates on the production of sweet cassava roots author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Bragantia

Print version ISSN 0006-8705

Abstract

RIBEIRO, Maria de Fátima dos Santos; DAROS, Edelclaiton; CAIRES, Eduardo Fávero  and  VASCONCELLOS, Maria Elisabeth da Costa. Desempenho agronômico da cultura do girassol em diferentes condições edafoclimáticas do Sudeste paranaense. Bragantia [online]. 2011, vol.70, n.3, pp. 550-560. ISSN 0006-8705.  http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87052011000300010.

O objetivo do presente trabalho foi quantificar as faixas de rendimentos acessíveis em diferentes condições edafoclimáticas do Sudeste paranaense e hierarquizar os fatores relacionados à variabilidade dos rendimentos observados. Foram avaliadas 26 situações culturais em 13 estabelecimentos familiares, em 2007 e 2008. As variáveis de componente do rendimento e estado nutricional da cultura foram determinadas pela coleta de dados em campo, e as variáveis de estado hídrico foram estimadas com o uso de um modelo de simulação do balanço hídrico. Estas foram analisadas pela Análise de Componentes Principais, classificando-se, posteriormente, as observações pela Análise de Agrupamento. Foram utilizadas as cultivares BRS 122, CATISSOL e Helio 250. Foram grupados os valores de rendimento de aquênios em três classes, segundo os seguintes valores médios: rendimentos altos: 1995 kg ha-1; rendimentos médios: 1359 kg ha-1; rendimentos baixos: 961 kg ha-1. Os valores de rendimento de óleo também foram agrupados nas seguintes classes, segundo os seguintes valores médios: rendimentos altos: 927 kg ha-1;  rendimentos médios: 543 kg ha-1; rendimentos baixos: 423 kg ha-1. A variabilidade dos rendimentos (aquênios e óleo) foi explicada pela variabilidade no número de aquênios por capítulo. Em 2008, a variabilidade no número de aquênios por capítulo esteve correlacionada à deficiência hídrica em R1-R4 e R4-R6 e aos teores de Ca, B e P no tecido foliar. Ocorreu inibição competitiva entre K e Mg, porém este fenômeno não esteve correlacionado à variabilidade do número de aquênios por capítulo. Ocorreu estresse hídrico durante o enchimento de aquênios, porém este não explicou a variabilidade no rendimento de aquênios e de óleo.

Keywords : diagnóstico agronômico; análise multivariada; biodiesel; oleaginosas; Helianthus annuus.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese