SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.70 issue3Postharvest damages in guavas from the Midwest region of the State of São PauloSelection of the application site and phenological stage of cotton plants to ramulosis inoculation agent author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Bragantia

Print version ISSN 0006-8705

Abstract

DINARDO-MIRANDA, Leila Luci; FRACASSO, Juliano Vilela  and  PERECIN, Dilermando. Variabilidade espacial de populações de Diatraea saccharalis em canaviais e sugestão de método de amostragem. Bragantia [online]. 2011, vol.70, n.3, pp. 577-585.  Epub Sep 30, 2011. ISSN 0006-8705.  http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87052011005000008.

A broca Diatraea saccharalis é uma das mais importantes pragas da cana-de-açúcar no Brasil. O manejo de áreas infestadas está embasado no controle biológico com Cotesia flavipes, cujas liberações são feitas em função da população de lagartas da praga em campo. Por esta razão, a estimativa desta população é de fundamental importância para o sucesso do programa de manejo. Assim, o objetivo do presente trabalho foi estudar a variabilidade espacial de D. saccharalis em canaviais e sugerir um método de amostragem que permitisse uma estimativa adequada das populações em campo. Seis campos de aproximadamente 1 ha cada um foram amostrados, em grid retangular de aproximadamente 10 x 10 m, com ilhas. Cada ponto de amostragem foi representado pela coleta das formas biológicas da praga no interior dos colmos em 2 m de sulco. Na maioria das áreas, as populações de formas imaturas de D. saccharalis distribuíram-se de forma contagiosa, com alcance do semivariograma variando de 18 a 80 m. Com base no alcance médio, estimou-se em seis o número médio de pontos de amostragem por hectare que deveriam ser feitos para representar adequadamente a área. Este número foi menor do que o estimado utilizando parâmetros da estatística clássica. Sugere-se que, para estimativa das formas imaturas de D. saccharalis em canaviais, a amostragem seja feita em grid de 40 x 40 m, o que resulta em aproximadamente seis pontos de amostragem por hectare e permitirá, na maioria das áreas, efetuar levantamentos com independência e coeficientes de variação menores que 50%.

Keywords : broca da cana; cana-de-açúcar; manejo.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese