SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.70 issue3Pre-cooling for the conservation of Cantaloupe 'Hy Mark' melonsInfluence of physical wound on the postharvest physiology of tannia leaves author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Bragantia

Print version ISSN 0006-8705

Abstract

CORDEIRO, Delaine Cristina et al. Sensibilidade da rosa 'Osiana' ao etileno. Bragantia [online]. 2011, vol.70, n.3, pp. 677-681. ISSN 0006-8705.  http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87052011000300025.

Os objetivos deste trabalho foram determinar a sensibilidade e as respostas da rosa cultivar Osiana (Rosa × hybrida) à presença de etileno ao longo da vida pós-colheita. Para determinar a sensibilidade da flor ao etileno, hastes foram cortadas e colocadas em câmaras herméticas e em seguida tratadas por 24 horas com diferentes concentrações de etileno variando de 0,0; 0,1; 1,0; 10; 100 e 1000 µL L-1do ar no interior da câmara. A rosa teve a vida pós-colheita reduzida pelo etileno, quando exposta a concentração igual ou superior a 10 µL L-1 de etileno. As flores tratadas com no mínimo de 10 µL L-1de etileno desenvolveram necrose, murcha e abscisão prematura das pétalas ainda túrgidas. As concentrações de 0,1 e 1,0 µL L-1de etileno estimularam a abertura do botão floral durante o período de 24 horas de exposição ao etileno, sem no entanto, reduzir a vida pós-colheita. A rosa 'Osiana' pode ser classificada como uma cultivar sensível ao etileno e a concentração influência os processos estimulados.

Keywords : pós-colheita; flores de corte; vida de vaso.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese