SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.71 issue2Water depth, filling time and volume of wick irrigation equipment and determination of water distribution uniformity in substratesIdentification and characterization of drought/wet events homogeneous environments based on regional climate simulations author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Bragantia

Print version ISSN 0006-8705

Abstract

LOOSE, Luis Henrique et al. Severidade de ocorrência das manchas de alternária e septoriose em girassol semeado em diferentes épocas no Rio Grande do Sul. Bragantia [online]. 2012, vol.71, n.2, pp. 282-289.  Epub July 13, 2012. ISSN 0006-8705.  http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87052012005000012.

A cultura do girassol tem recebido grande atenção em razão de suas características agronômicas e a possibilidade de inclusão nos sistemas de rotação de cultura. No entanto, as diferentes condições meteorológicas do período de cultivo determinam a ocorrência ou não de doenças, de modo que este conhecimento é fundamental para a escolha do melhor período de cultivo. Este trabalho teve por objetivo determinar a severidade de ocorrência das manchas de Alternária e septoriose em girassol (Helianthus annuus) semeado em diferentes épocas. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado, bifatorial ("épocas de semeadura" x "híbridos de girassol") em quatro anos agrícolas de 2007 a 2011, em Santa Maria (RS). As medições fenométricas e as determinações de severidade das manchas de Alternária e septoriose foram feitas uma e duas vezes por semana, respectivamente. Obteve-se a severidade final observada (SVFO), e foram calculadas as variáveis área abaixo da curva de progresso da doença (AACPD) e dias com área foliar sadia (DAFS). Nos anos agrícolas de 2007/2008, 2008/2009 e 2010/2011, a severidade das doenças foi menor para as primeiras épocas de semeadura, de agosto a setembro, enquanto nas épocas tardias a tendência foi de aumento da severidade. Para 2009/2010, ano sob influência de El Niño, com chuvas acima da média, todas as épocas de semeadura tiveram alta severidade, com destaque negativo para as primeiras épocas, pois são nessas que se concentram os maiores volumes de chuvas em anos sob influência desse fenômeno. Portanto, semeaduras tardias ou em anos de El Niño são propícias à alta severidade de manchas de Alternária e septoriose em girassol, devendo ser evitada a semeadura nessas condições.

Keywords : Helianthus annuus; manchas foliares; épocas de semeadura; doenças; chuva; El Niño.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese