SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.71 issue3Irrigation and certification on coffee crop in mid-west of São Paulo State, BrazilNitrogen for growth of stock plants and production of strawberry runner tips author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Bragantia

Print version ISSN 0006-8705

Abstract

BARRETO, Carlos Vinicius Garcia; TESTEZLAF, Roberto  and  SALVADOR, Conan Ayade. Ascensão capilar de água em substratos de coco e de pinus. Bragantia [online]. 2012, vol.71, n.3, pp. 385-399.  Epub Oct 04, 2012. ISSN 0006-8705.  http://dx.doi.org/10.1590/S0006-87052012005000028.

O uso da irrigação por capilaridade na produção de mudas em viveiros pode trazer vantagens ao uso de água e sua utilização adequada requer o conhecimento da capacidade de ascensão de água no meio de crescimento das raízes, atributo pouco estudado. Para avaliar esta condição fundamental, este trabalho tem como objetivo avaliar a ascensão de água em substratos comerciais de coco e pinus, em dois padrões de tamanho de partículas e em duas condições de umidade, para indicar aquele que possua as melhores características físicas para aplicação na irrigação por capilaridade. Utilizou-se o método de ascensão capilar, com colunas desmontáveis de anéis preenchidas com substratos, avaliando-se os seguintes tempos de contato do fundo da coluna com a lâmina de água: 0,25, 0,5, 1, 2, 4, 8, 16 e 24 horas, com 10 repetições por tempo testado. Pelos resultados, observou-se que a maior ascensão capilar acumulada em 24 horas de ensaio foi obtida para os substratos de textura fina de coco e de pinus. Além disso, a hidrofobia do substrato de coco seco recomenda que as irrigações nesse material devem ter frequências maiores que substratos de pinus, evitando seu secamento. O substrato de pinus, por não apresentar esse comportamento, deve ter turnos de rega mais espaçados, principalmente sob textura fina. Devido à sua maior retenção de água e capacidade de elevação de água quando umedecido, o substrato fino de coco é mais adequado à irrigação por capilaridade em recipientes como tubetes.

Keywords : irrigação por capilaridade; produção de mudas; viveiros; física de substratos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese