SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.73 número1Capacidade fotossintética de plantas de algodoeiro infectadas por ramulose e supridas com silícioEstimativa dos componentes do balanço de energia e da evapotranspiração para áreas de cultivo de soja no sul do Brasil utilizando imagens do sensor TM Landsat 5 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Bragantia

versão On-line ISSN 1678-4499

Resumo

COLOMBO, Gustavo André et al. Análise dialélica para resistência a ferrugem polissora em milho em diferentes níveis de adubação fosfatada. Bragantia [online]. 2014, vol.73, n.1, pp.65-71.  Epub 04-Mar-2014. ISSN 1678-4499.  https://doi.org/10.1590/brag.2014.002.

A avaliação de germoplasmas como ferramenta na busca de genes que confiram resistência a doenças na cultura do milho tem sido meta constante em programas de melhoramento. Com esse intuito, determinou-se, por meio de cruzamento dialélicos, a capacidade geral (CGC) e específica (CEC) de combinação para resistência a Puccinia polysora de oito híbridos comerciais de milho em diferentes níveis de adubação fosfatada. Cultivaram-se 56 combinações híbridas (F1s e recíprocos) e oito genitores em dois ambientes distintos quanto à disponibilidade de fósforo (baixo e alto P) e avaliou-se a severidade de ataque da ferrugem polissora, de acordo com a área abaixo da curva de progresso da doença (AACPD). A análise de variância conjunta indicou que os híbridos diferiram significativamente (p<0,01) quanto à curva de progresso da ferrugem polissora, sinalizando a existência de variabilidade genética entre eles na resistência à incidência da doença. O maior valor do quadrado médio da CGC comparado a CEC evidenciou, nesses genitores, maior contribuição da ação gênica aditiva no controle da resistência à ferrugem polissora. As combinações híbridas recíprocas P30F53 x AG 8060 e TRUCK x BM 2202 apresentaram as maiores médias negativas de CEC, em ambientes de baixo e alto fósforo, respectivamente, e foram classificadas, assim, como promissoras para obtenção de resistência à ferrugem polissora.

Palavras-chave : zea mays; puccinia polysora; estresse biótico; melhoramento genético; resistência genética.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons