SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.61 issue4Income inequality and demand for redistribution in Latin America, from 1997-2015Interrupting the critique of the Marxist struggle imperative: Foucault and Groupe d'Information sur les Prisons (GIP) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Dados

Print version ISSN 0011-5258On-line version ISSN 1678-4588

Abstract

CHALOUB, Jorge. O Liberalismo de Carlos Lacerda. Dados [online]. 2018, vol.61, n.4, pp.385-428. ISSN 1678-4588.  https://doi.org/10.1590/001152582018163.

O presente artigo expõe as estratégias retóricas e principais ideias políticas de Carlos Lacerda. A argumentação tem como eixo o papel do liberalismo no pensamento e nas práticas políticas do autor, que é antes visto como um "crítico liberal da política", para utilizar conceito célebre de Carl Schmitt, do que como portador de uma teoria política sistemática. Ao longo do texto, busca-se delinear como Lacerda interpretava atores e temas do período entre 1946 e 1964 através da exposição dos seus principais conceitos e movimentos políticos. Para tanto, são analisados discursos parlamentares, artigos jornalísticos e textos programáticos, os quais revelam, em sua diversidade, uma visão de mundo fundamental para compreender não apenas sua trajetória individual, mas os próprios rumos do período. O pensamento e a própria figura de Lacerda expõem aspectos centrais do regime político então vigente, etapa fundamental da trajetória democrática brasileira, assim como desvelam algumas razões do seu fim.

Keywords : Carlos Lacerda; UDN; liberalismo; democracia; anticomunismo.

        · abstract in English | French | Spanish     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )