SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número69Virtualidade e equivocidade do ser nos xamanismos ameríndiosCulpa e cuidado no candomblé baiano índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista do Instituto de Estudos Brasileiros

versão impressa ISSN 0020-3874versão On-line ISSN 2316-901X

Resumo

TADDEI, Renzo. O dia em que virei índio - a identificação ontológica com o outro como metamorfose descolonizadora. Rev. Inst. Estud. Bras. [online]. 2018, n.69, pp.289-306. ISSN 2316-901X.  https://doi.org/10.11606/issn.2316-901x.v0i69p289-306.

Este texto combina reflexões sobre as dificuldades encontradas em meu trabalho etnográfico junto à Fundação Cacique Cobra Coral, em especial no que diz respeito a transformações na forma como a alteridade foi vivida ao longo do processo etnográfico, com críticas de antropólogos indígenas à antropologia e suas práticas, de modo a fazer com que elementos da pesquisa etnográfica iluminem, na medida do possível, dimensões pouco compreendidas das referidas críticas. O texto então busca oferecer algumas reflexões sobre os impactos do aparecimento de todo um contingente de antropólogos declaradamente “animistas” dentro de um contexto em que a antropologia tacitamente reproduz, em algumas de suas práticas, o naturalismo materialista das ciências ditas “duras”.

Palavras-chave : Animismo; espiritualismo; umbanda; antropologia indígena; descolonização da antropologia.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )