SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.77 issue1Physical abuse: the profile of aggressor and child victimThyroid carcinoma in children and adolescents - review of six cases author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

GOMES, Marília B. et al. Controle glicêmico de pré-púberes e púberes com diabetes mellitus tipo 1 durante um ano de acompanhamento ambulatorial. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2001, vol.77, n.1, pp. 41-44. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572001000100011.

Objetivo: Avaliar o controle glicêmico de pacientes com diabetes mellitus tipo1 em acompanhamento ambulatorial durante 1998. Pacientes e Métodos: Foram estudados 38 pacientes [12 pré-púberes (31,6%) e 26 púberes (68,4%)], 22 do sexo masculino, com idade de 10,9 ± 4,1 anos, idade de diagnóstico de 7,2 ± 4,7 anos e duração do diabetes de 3,7 ± 3,4 anos. A hemoglobina glicosilada (HbA1c) foi determinada por cromatografia líquida (L-9100 Merck Hitachi, valor de referência: 2,6 a 6,2%). Resultado: A HbA1c foi de 8,04 ± 2,4 %, sem associação com sexo e puberdade. Durante o acompanhamento, dos 27 pacientes com pelo menos duas determinações de HbA1c , 8 pacientes (29,6%) apresentaram alteração e 19 (70,4%) permaneceram com o mesmo grau de controle glicêmico. Destes, 3 (11,1%) permaneceram em controle péssimo e 16 (59,3%) em bom controle, dos quais 4 pacientes (25%) mantiveram sempre a HbA1c nos valores de referência do método, 7 (43,75%) tiveram pelo menos uma HbA1c nesses níveis e 5 (31,25%) mantiveram todas as HbA1c em níveis superiores. O controle glicêmico final não foi associado com o número de determinações de HbA1c. O coeficiente de variação intraindividual da HbA1c no grupo com pelo menos três determinações de HbA1c foi de 11,2 ± 5,6% (P = 0,0000). Conclusão: Apesar de a maioria dos pacientes apresentar um controle glicêmico adequado durante o acompanhamento anual, apenas 4 pacientes mantiveram a HbA1c nos valores de referência. A variabilidade da HbA1c deve ser considerada no contexto da inter-relação entre o controle glicêmico e a evolução para as complicações microvasculares do diabetes mellitus.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese