SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.77 issue2Association between gastroesophageal reflux and dips in the oxygen transcutaneous saturation of the hemoglobin in infants with chronic obstructive ventilatory diseaseIdiopathic hypercalciuria: presentation of 471 cases author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

BALABAN, Geni  and  SILVA, Gisélia A.P. da. Prevalência de sobrepeso e obesidade em crianças e adolescentes de uma escola da rede privada de Recife. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2001, vol.77, n.2, pp. 96-100. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572001000200008.

OBJETIVOS: determinar a prevalência de sobrepeso e obesidade em estudantes de uma escola da rede privada de Recife, comparar as prevalências de sobrepeso e obesidade entre os sexos e entre os grupos etários (crianças e adolescentes) e verificar a correlação entre Índice de Massa Corporal e espessura da prega triciptal, nessa população. MÉTODOS: realizou-se um estudo de corte transversal com 762 estudantes (332 crianças e 430 adolescentes) de uma escola de classe média/alta de Recife, no ano de 1999. Sobrepeso foi definido como Índice de Massa Corporal igual ou superior ao percentil 85 para idade e sexo. Obesidade foi definida como Índice de Massa Corporal e espessura da prega triciptal iguais ou superiores ao percentil 85. RESULTADOS: as prevalências de sobrepeso e obesidade foram de 26,2% (IC95% = 23 a 29%) e 8,5% (IC95% = 6,5 a 10,5%), respectivamente. O sobrepeso mostrou-se mais prevalente nas crianças (34,3%) do que nos adolescentes (20,0%) (p < 0,001). A obesidade também foi mais freqüente em crianças (14,2%) do que em adolescentes (4,2%) (p < 0,001). A prevalência de sobrepeso no sexo masculino (34,6%) foi maior do que no feminino (20,6%) (p < 0,001). A prevalência da obesidade também foi mais elevada no sexo masculino (14,7%) do que no feminino (4,4%) (p < 0,001). O coeficiente de correlação entre Índice de Massa Corporal e espessura da prega triciptal foi de 0,64 (IC95% = 0,60 a 0,68). CONCLUSÕES: o sobrepeso mostrou-se tão freqüente na nossa amostra quanto nos países desenvolvidos; a obesidade, contudo, foi menos freqüente.

Keywords : obesidade; prevalência; criança.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese