SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.77 issue2Exogenous surfactant treatment for severe acute viral bronchiolitis: case report author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

BOEING, Marcelo et al. Epidemiologia das polidactilias: um estudo de casos e controles na população de Pelotas-RS. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2001, vol.77, n.2, pp. 148-152. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572001000200017.

OBJETIVO: o alvo deste estudo caso-controle de base hospitalar foi identificar e comparar casos de polidactilia isolada com recém-nascidos normais, considerando as características familiares e maternas. MÉTODOS: os dados foram coletados através de entrevista com mães de casos e controles, no período pós-parto, de 1990 a 1998. Os casos foram definidos como recém-nascidos apresentando um dígito extra ou bífido nas mãos e/ou pés. Os controles foram os quatro recém-nascidos normais que nasceram após o caso, no mesmo hospital. Foram obtidas informações sobre o tipo de polidactilia, sexo e peso do recém-nascido, gemelaridade, consanguinidade parental, etnicidade, entre outras. RESULTADOS: a ancestralidade africana e a história familiar positiva de malformação congênita, especialmente de polidactilia, foram significantemente associados com a ocorrência desse tipo de anomalia congênita (OR bruto de 3,3; 10,0; e 55,0; respectivamente). CONCLUSÕES: na população estudada a polidactilia isolada é uma das malformações mais freqüentes. Os achados de associação com etnicidade negro-africana confirmam dados da literatura. Estudos nesta mesma população, com um número maior de portadores desta malformação, poderiam melhorar o poder de associação e justificar os resultados apresentados.

Keywords : polidactilia; defeitos congênitos; negros [genética].

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese