SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.77 issue3Monosymptomatic nocturnal enuresisEffect of perinatal asphyxia on thyroid hormones author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

SEGRE, Conceição A. M.; COLLETTO, Gloria M. D. D.  and  BERTAGNON, José R. D.. Curvas de crescimento intra-uterino de uma população de alto nível socioeconômico. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2001, vol.77, n.3, pp. 169-174. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572001000300006.

OBJETIVO: as curvas de percentil constituem uma das formas de avaliação do crescimento intra-uterino e podem predizer doenças do recém-nascido como também caracterizar uma população. Este trabalho teve por objetivo construir as curvas de crescimento intra-uterino dos recém-nascidos da Maternidade do Hospital Albert Einstein (MAE), hospital que atende a uma população de alto nível socioeconômico, e comparar com as curvas de crescimento intra-uterino de uma população norte-americana da Califórnia. MÉTODOS: foram construídas curvas de crescimento intra-uterino a partir do peso do recém-nascido de parto único, tomado logo após o nascimento, e da idade gestacional segundo informações maternas, a partir da 32ª. semana de idade gestacional, abrangendo os nascimentos ocorridos na MAE no período de fevereiro de 1995 a fevereiro de 1999. Foram calculados os percentis 10, 50 e 90 do peso ao nascer para cada idade gestacional e comparados com os das curvas da Califórnia. RESULTADOS: as curvas dos percentis 10 e 50 na população da MAE não diferiram das curvas da Califórnia. Para o percentil 90, a curva da MAE ficou abaixo das curvas da Califórnia. Houve número menor de pequenos e grandes para a idade gestacional (PIG e GIG) quando classificados pelas curvas da Califórnia. A classificação em PIG, AIG, GIG mostrou-se relacionada significantemente com o ganho de peso materno nos dois sexos. CONCLUSÕES: as duas populações analisadas segundo as curvas de crescimento intra-uterino são diferentes entre si; deverão ser identificados fatores específicos que atuem na população da MAE.

Keywords : recém-nascido; desenvolvimento infantil.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese