SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.77 issue4Inflammatory mediators, cell counts in nasal lavage and computed tomography of the paranasal sinuses in atopic childrenObesity and malnutrition in children: profile of a low-income community author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

SANTANA, João Carlos; BARRETO, Sérgio Saldanha Menna; PIVA, Jefferson Pedro  and  GARCIA, Pedro Celiny. Estudo controlado do uso endovenoso de sulfato de magnésio ou de salbutamol no tratamento precoce da crise de asma aguda grave em crianças. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2001, vol.77, n.4, pp. 279-287. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572001000400009.

OBJETIVOS: estudar os efeitos da administração endovenosa de sulfato de magnésio (MgEV) ou de salbutamol (SalbEV) em crianças com crise de asma aguda. MÉTODOS: estudo randomizado, duplo-cego e controlado por placebo. Incluídas crianças maiores de 2 anos admitidas em sala de observação com crise de asma aguda grave (refratária a três nebulizações com beta-adrenérgicos). Após a admissão, recebiam tratamento convencional (oxigênio, corticóides, nebulizações com beta-adrenérgicos) e eram alocadas a receber uma de três soluções indistinguíveis entre si: a) MgEV (50 mg/kg); b) SalbEV (20 µg/kg); ou c) solução salina, que eram administradas em 20 minutos (1ml/kg/hora). Avaliações clínicas, dosagens de eletrólitos e gases arteriais foram registrados antes e 1 hora após a infusão das drogas. RESULTADOS: foram estudados 50 pacientes (+ 4,5 anos e 53% de meninas), sem diferenças significativas entre os 3 grupos. No grupo MgEV, observou-se redução da pressão arterial durante a infusão, que retornou ao normal 1 hora após, associado com aumento (p < 0,001) do magnésio e pH sérico e diminuição no PaCO2. No grupo SalbEV, durante a administração, observou-se diminuição da freqüência respiratória (p = 0,05) e aumento da pressão arterial, (p = 0,01). Após 1 hora, houve diminuição da freqüência respiratória (p = 0,02); queda no potássio sérico (p = 0,009), no PaCO2 e elevação no pH. Comparado com os grupos MgEV e placebo, o grupo SalbEV necessitou menos nebulizações (p = 0,009), menor número de nebulizações por paciente por dia (p < 0,001) e menor tempo de uso de oxigênio. No grupo placebo, a acidose foi mais persistente (p < 0,01). Não houve diferença no tempo de permanência hospitalar dos 3 grupos. A ventilação mecânica foi necessária em 10% dos casos. CONCLUSÕES: demonstrou-se que a administração endovenosa precoce de sulfato de magnésio e, principalmente, o salbutamol em associação ao tratamento convencional para asma aguda em crianças são terapêuticas efetivas e que podem potencializar o efeito broncodilatador.

Keywords : asma; asma grave; infância; sulfato de magnésio; salbutamol.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese