SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.78 issue2The influence of poor nutrition on the necessity of mechanical ventilation among children admitted to the Pediatric Intensive Care UnitResults of nutritional intervention in children and adolescents with cystic fibrosis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

PENIDO, Maria Goretti Moreira Guimarães et al. Excreção urinária de cálcio, ácido úrico e citrato em crianças e adolescentes sadios. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2002, vol.78, n.2, pp. 153-160. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572002000200015.

Objetivo: determinar valores de referência regionais para a excreção urinária de cálcio, ácido úrico e citrato e estabelecer correlação entre essas excreções em urina em 24h e amostras únicas, para uso na prática clínica. Material e métodos: 125 crianças e adolescentes saudáveis, selecionados aleatoriamente, foram submetidos ao protocolo: exame clínico, bioquímica de sangue, hemograma, paratormônio, urina em 24h, urina em amostra única colhida com jejum, e exame parasitológico de fezes.Resultados: o valor máximo para a excreção de cálcio em urina em 24h foi 3,75mg/kg, em mg/dl do ritmo de filtração glomerular - RFG foi 0,10, e, para a relação cálcio/creatinina(mg/dl) na urina, em amostra única em jejum, foi de 0,25. Observou-se correlação positiva entre a excreção de cálcio em urina em 24h, e urina em amostra única em jejum (mg/dl e mg/dl do RFG). Os valores máximos para a excreção de ácido úrico em urina em 24h foram 600, 450 e 320mg e 13, 15 e 18 mg/kg para adolescentes, escolares e pré-escolares, respectivamente; em mg/dl do RFG em amostra única de urina foi 0,47. Observou-se correlação positiva para a excreção de ácido úrico em urina em 24h e urina em amostra única em jejum. Os valores médios para a excreção de citrato em urina em 24h foram 1,6, 1,1 e 0,5mmol para adolescentes, escolares e pré-escolares, respectivamente; para a relação citrato/creatinina em urina, em amostra única, com jejum, foi 0,3. Conclusões: as excreções de cálcio e ácido úrico em urina em 24h se correlacionaram com aquelas das amostras urinárias simplificadas, permitindo o uso destas para diagnósticos metabólicos, estudos populacionais e controle de pacientes hipercalciúricos e hiperuricosúricos sem controle de esfíncter vesical; o quociente citrato/creatinina em urina, em amostra única, pode ser utilizado para controle de pacientes com hipocitratúria.

Keywords : cálcio; ácido úrico; citrato e excreção urinária.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese