SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.78 issue6Prevalence of hepatitis A antibody in children and adolescents with chronic liver diseaseClinical and nutritional aspects of Gaucher disease: prospective study of 13 children at a single center author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Jornal de Pediatria

Print version ISSN 0021-7557

Abstract

FRIAS, Paulo G.; LIRA, Pedro Israel C. de; VIDAL, Suely A.  and  VANDERLEI, Lygia C.. Vigilância de óbitos infantis como indicador da efetividade do sistema de saúde - estudo em um município do interior do Nordeste brasileiro. J. Pediatr. (Rio J.) [online]. 2002, vol.78, n.6, pp. 509-516. ISSN 0021-7557.  http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572002000600012.

Objetivos: avaliar, a partir do óbito infantil, o acesso e a qualidade da atenção à saúde prestada às crianças no município, durante a doença que levou ao óbito. Métodos: estudo descritivo de corte transversal, censitário, de série de casos de óbitos infantis ocorridos em Bom Conselho, Pernambuco, no período de 1/1/1999 a 31/12/1999, identificados através do Sistema de Informação sobre Mortalidade, unidades de saúde, cartórios, cemitérios, agentes de saúde e parteiras. Os dados foram coletados mediante entrevistas domiciliares e revisão de prontuários, em instrumentos específicos. Resultados: foram investigados 71 dos 72 óbitos identificados, com perda de 1,4%. A maioria (69,4%) ocorreu no período pós-neonatal. Do total, 67,6% aconteceram no domicílio, 77,5% procuraram assistência pelo menos uma vez, sendo as emergências as mais procuradas (65,1%), porém 22,5% não foram levados a nenhum serviço de saúde. A maioria dos serviços de saúde (90,9%) estava a menos de uma hora de distância dos domicílios, 78,5%, localizados no município de residência, e 97% dos atendimentos foram realizados por médicos. Das 88 consultas realizadas, 39,8% terminaram com internamento, e 27,3% foram atendidos e dispensados sem marcação da consulta de retorno, e 84% receberam todas as medicações gratuitamente. Conclusões: através da vigilância dos óbitos, foi possível identificar a precariedade do acesso e da qualidade da atenção prestada às crianças no município. A elevada proporção de óbitos domiciliares sugere problemas no acesso, e a peregrinação de parte das mães aos serviços, durante a doença que provocou a morte dos seus filhos, denunciam a precária organização dos serviços.

Keywords : avaliação de serviços de saúde; avaliação da qualidade dos cuidados de saúde; avaliação de processos e resultados; indicadores de qualidade em assistência à saúde; inquérito domiciliar de óbitos infantis.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese